quarta-feira, 28 de julho de 2010

Uma exatalção de amor do Fluminense


(Clique e veja o vídeo da TV Lance sobre a manifestação)



Em 21 de junho de 2010, completou “DOIS ANOS DA FARRA DOS INGRESSOS”. Estávamos no período da Copa do Mundo. Mas quem pensou que a torcida “PÓ-DE-ARROZ” iria se esquecer deste episódio lamentável de nossa história, se enganou.

O Blog “CIDADÃO FLUMINENSE" participou da organização desta ‘Manifestação Pacífica e Cidadã’, onde foram distribuídos exemplares do “ESTATUTO DE DEFESA DO TORCEDOR”. Um dos objetivos era incentivar as pessoas, que não devemos assistir passivamente algo que nos causa “VERGONHA” e “INDIGNAÇÃO”. Um fato muito agradável e animador foi o comparecimento de jovens possuidores de senso crítico e muita capacidade de reflexão.

Uma torcida - realmente - diferenciada, é aquela que além de realizar as mais belas festas, participa fazendo profundos questionamentos e se mobiliza para exigir os seus "DIREITOS". Torcedores, são "CIDADÃOS" e precisam agir sempre desta forma. Cobrando, fiscalizando e participando de tudo sobre o "Clube do coração". Afinal, "NÃO BASTA EMOÇÃO, TEM QUE ROLAR AÇÃO"!

E os dirigentes tem "DEVERES". E eles tem que ser cumpridos. Os dirigentes devem satisfações aos torcedores de futebol, que são os "VERDADEIROS PATROCINADORES" deste esporte que movimenta milhões.

Temos que demonstrar – com ações positivas e exercício de cidadania constante – que o povo brasileiro tem memória. Pois, um povo sem memória é um povo sem “HISTÓRIA”. E um povo sem “HISTÓRIA” será facilmente transformado em “ESCRAVO” por algum outro povo. E acima de tudo, esta manifestação serviu para “EXALTARMOS O NOSSO AMOR PELO FLUMINENSE”.



Saudações Tricolores

terça-feira, 27 de julho de 2010

A reunião de Peter Siemsen e as Torcidas Organizadas do FLU

Na noite de ontem, dia 26/07, ocorreu uma reunião entre o candidato Peter Siemsen e alguns integrantes das Torcidas Organizadas do Fluminense. A reunião ocorreu no Edifício Flex Center, no Largo do Machado.

Tinham algumas pessoas da “JOVEM FLU”. Da “FORÇA-FLU” só foi o Pagaio. Da “FIEL TRICOLOR” compareceu o Carlinhos Pelé e mais três componentes. A presidente da “FLU-MULHER” também esteve presente. Da “GARRA TRICOLOR” só apareceu um integrante. E da “YOUNG-FLU” tinham cinco componentes.

Peter discorreu sobre Marketing para os presentes. Disse que vai contratar um marqueteiro para o Fluminense. Peter disse também que, pretende contratar uma pessoa para fazer uma ligação com as torcidas organizadas. Só não disse quem paga está conta! E Peter falou com orgulho sobre a aliança ‘programática’, fundamentada em ‘sólidos arcabouços ideológicos’ junto com o Esporte Olímpico.

É sempre bom lembrar que, algumas pessoas que apóiam o candidato Peter Siemsen possuem uma idéia desfavorável em relação às ‘organizadas’. Pra ficar barato, muitos pensam que deve acabar a concessão de ingressos gratuitos das ‘organizadas’. Mas, logicamente, não vão querer tratar deste assunto agora. Agora, todo mundo é legal, todo mundo é bonito, todo mundo é amigo. Deixa isso pra depois!

Na reunião tinham presentes 16 pessoas (contando com três assessores de Peter). Vários integrantes das Torcidas Organizadas não são sócios do Fluminense. Inclusive entre os presentes na reunião poucos eram os sócios. Portanto, “não votam pra presidente”. Muitos compareceram por questão de educação. Diziam alguns: “Não custa nada, ouvir o que o cara tem pra falar!” Os integrantes da “YOUNG- FLU” foram logo dizendo: “ESTAMOS COM O FORMIGÃO E NÃO ADIANTA NEM TENTAR!!!”

Saudações Tricolores

"APETITE VORAZ"

Realmente, devem ser fantasiosas algumas ilações que para se fechar o acordo entre o candidato Peter Siemsen e o Esporte Olímpico teriam ocorrido alguma contrapartida de cargos. Não houve nada disso!

É que muitas pessoas da política tricolor são ligadas ao futebol. No futebol, tanto os jogadores, como os torcedores, não são muito bons exemplos de ‘atletas’. Vários não possuem hábitos alimentares saudáveis, bebem bebidas alcoólicas um pouco além da conta e alguns são tabagistas. E alguns são preguiçosos, não gostam muito da rotina de treinos e exercícios físicos.

Já os desportistas dos chamados “Esportes Olímpicos”, possuem hábitos completamente diferente. Muitos dormem e acordam cedo, se alimentam corretamente, com uma dieta balanceada, baseada em legumes, verduras e frutas. Não consomem bebidas alcoólicas e muito menos botaram alguma vez na vida um cigarro na boca. Possuem na sua grande maioria, corpos sarados, bem torneados e musculosos. Com tudo isso, a turma do “Esporte Olímpico” possui um “APETITE VORAZ”. Essa imensidão de bons hábitos e inúmeros exercícios físicos provoca muita fome.

E o nosso querido Fluminense tem uma tradição muito grande no Esporte Olímpico. Somos o único clube de futebol do mundo que conquistou a Taça Olímpica. Tanto que qualquer candidato teria a honra de possuir o seu apoio. Dizem que possuem não sei quantos votos (poderiam lançar candidato, não???). Mas, este apoio, só o Peter Siemsen conseguiu. Parabéns Peter!

Mas, para isso, concordou em ceder a “PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DELIBERATIVO”, a “VICE-PRESIDÊNCIA GERAL”, a “VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES OLÍMPICOS” e ainda cerca de “METADE DA CHAPA PARA O CONSELHO DELIBERATIVO”. E ainda pode rolar alguma coisa no “CONSELHO FISCAL”. Isso foi conversado naquele jantar – nada melhor para ‘matar a fome’ – em que só entrava gente de calça comprida.

É mais do que normal, que num processo político ocorram certas ‘tratativas’. Principalmente, entre nobres fidalgos tricolores, cada qual sabendo de sua força e tamanho. E ninguém pode realmente desqualificar esta aliança. O Peter como bom rapaz que é jamais poderia deixar alguém com fome. Principalmente, atletas olímpicos, verdadeiros heróis das mais nobres tradições tricolores. Por isso, aquele jantar. Afinal, em todo estômago de um verdadeiro atleta existe um “APETITE VORAZ”.

Saudações Tricolores

Horcades não gosta das mulheres

É... Pelo visto, definitivamente, "HORCADES NÃO GOSTA DAS MULHERES”. Depois de proferir, aquela pérola dizendo que “AS MULHERES SÓ POSSUEM DOIS NEURÔNIOS” (Isto não é “PATÉTICO”, não???), o que torna claro o seu extremo preconceito contra as mulheres, o presidente Horcades comete outra agressão contra o gênero feminino. Estão derrubando o banheiro masculino da arquibancada social, que vai passar a fazer parte da Fluboutique.

Já era hora da Direção do FLU arrumar uma condição melhor de trabalho para os companheiros da Fluboutique. E o banheiro das mulheres vai passar a ser o banheiro masculino. As mulheres não terão mais o seu banheiro nas arquibancadas sociais.

A Direção do FLU poderia, ao invés de destruir o banheiro masculino, passar uma parte da ‘imensa’ sala da administração para a Fluboutique, já que as duas também são vizinhas. Qual é a necessidade daquele tamanho todo para uma sala de administração??? Desta forma não haveria necessidade de destruir o banheiro masculino e as mulheres continuariam tendo o seu banheiro próprio. Será que inventei essa roda ou essa roda já rodava por aí???

As mulheres que costumam fazer suas caminhadas diárias ao redor do campo de futebol estão muito revoltadas! Estão revoltadas com a perda do banheiro e com mais uma demonstração de extremo “MACHISMO” do presidente Horcades. E quando tiver algum evento tipo Olimpíada Tricolor???

E agora Julio??? E agora Peter??? E agora Mauro??? E agora Formigão??? O candidato eleito em novembro continuará mantendo as mulheres sem o seu banheiro nas arquibancadas sociais???


HORCADES NÃO GOSTA DAS MULHERES

http://www.youtube.com/watch?v=s8TLK4Fkiug



Saudações Tricolores

sábado, 24 de julho de 2010

A LUTA CONTINUA!!!

Parafraseio aqui, uma das grandes frases de nosso brilhante treinador Muricy Ramalho: “NÓS NÃO ESTAMOS EM CUBA, NA ARMÊNIA. NÓS ESTAMOS NO BRASIL. AQUI É UMA DEMOCRACIA, CADA UM TEM A SUA OPINIÃO”. É isso aí, Muricy! E devemos todos respeitar a “OPINIÃO” alheia, por mais que não gostemos dela. Com diria o grande filósofo francês Montesquieu: “DEFENDEREI SEMPRE O DIREITO DE DISCORDAREM DE MIM”. Mas, pelo visto o presidente Horcades não deve nem saber quem foi Montesquieu.

É bem possível que não! Pois, o presidente Horcades confunde critica política com ofensa pessoal. Poderia se dedicar mais aos estudos filosóficos. Para quem se ‘aventura’ na política é sempre bom. Porém, agora, acho que já não é mais preciso. Pois o presidente Horcades está no ‘apagar das luzes’ de seu segundo mandato. E a possibilidade de sumir politicamente é enorme. Recomendaria a ele – respeitosamente – um bom descanso e “UM BOM PIJAMA”.

Na qualidade de “SÓCIO-PROPRIETÁRIO” do Fluminense Football Club, recebi do presidente Horcades, em 27/04/10, uma notificação de que teria sido aplicada contra minha pessoa uma “PENALIDADE DE SUSPENSÃO” pelo prazo de “SEIS MESES”. Desta forma, “O PRESIDENTE HORCADES DE FORMA AUTORITÁRIA E DITATORIAL ESTARÁ CASSANDO MEU DIREITO DE VOTO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES DE NOVEMBRO”.

O presidente Horcades me acusava de proferir “ofensas dirigidas a ele e a Membros da Diretoria do Clube”. Sempre deixei claro em todos os meus textos que, minhas críticas eram políticas e não pessoais. No Blog que criei, o “CIDADÃO FLUMINENSE” jamais foi escrito qualquer tipo de “palavrão” contra o presidente Horcades ou qualquer membro de sua direção. Ao contrário do que ocorre em vários outros blogs tricolores. Mas, ‘não tem preço que pague’ ouvir de um bom Diretor do Fluminense, que meus textos “divertem, informam e emocionam”. Então, porque a perseguição comigo??? Devo estar incomodando muito realmente!

Reitero mais uma vez que minhas críticas sempre foram e sempre serão “POLÍTICAS”. As questões de ordem pessoal do sr° Roberto Horcades Figueira ou qualquer outro Membro de sua Diretoria, não me dizem respeito. E não me interessam! Quanto a isto, tenho minha consciência muito tranquila.

Todas as palavras que utilizei, podem ser encontradas em qualquer bom dicionário de nossa língua portuguesa. E são palavras que podem ser ensinadas tranquilamente, para qualquer criança. “RIDÍCULO”, “PATÉTICO” e “PARLAPATÃO” são os termos que o presidente Horcades cita que tenham sido utilizados por mim. Costumava utilizar também o termo “MEDÍOCRE”, mas este o presidente se esqueceu de citar. Mas, faço questão de registrar.

E provando que não existe ofensa alguma nestes termos, coloco o significado de cada uma. RIDÍCULO = adj. Que desperta riso ou escárnio, insignificante. PATÉTICO = adj. Que comove a alma, tocante, enternecedor. PARLAPATÃO = adj. Mentiroso, fanfarrão. MEDÍOCRE = adj. Mediano, insignificante, aquele ou aquilo que tem pouco merecimento. Quando o presidente Horcades disse que “as mulheres tem só dois neurônios", ele dizia a verdade???

De acordo com o Estatuto do Fluminense, solicitei uma reconsideração. E em 02/06/10, fui intimado novamente com a negativa de minha reconsideração. Enviei um recurso ao Conselho Diretor.

Na última segunda-feira, dia 19/07, recebi a carta que decide pela “SUSPENSÃO MANTIDA” negando o recurso que enviei ao Conselho Diretor. O curioso é que as duas primeiras cartas que recebi, eram assinadas pelo presidente do Fluminense, o sr° Roberto Horcades. E a última carta que recebi, não é assinada pelo presidente Roberto Hocades. Esta última carta termina com a descrição “Conselho Diretor do Fluminense Football Club”, mas ela não é assinada pelo presidente Roberto Horcades. Estranho! Imaginava que o presidente do Fluminense, na qualidade de presidente do Conselho Diretor que deveria assinar minha “CARTA DEFINITIVA DE SUSPENSÃO”. Mas não foi o que aconteceu.

Nas cartas que o presidente Horcades enviou-me, ele me acusa de ‘sensacionalismo’ na forma de comunicação ‘para atrair um público maior’. Bem, percebe-se que o presidente está mal informado a respeito do Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”. Não é o Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” que fala insistentemente de futebol – apesar de ser este o seu foco principal – para atrair um público maior. O Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” aborda quase na sua totalidade textos sobre política, o que todos sabem não ser um assunto dos mais populares.

Na verdade, o Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” em nenhum momento se preocupou com a obtenção de um público maior. E sim, em estabelecer um trabalho singular, sem querer ser “o maior”, o “mais verdadeiro” ou qualquer coisa parecida. Entretanto, muitos tricolores – sócios ou apenas torcedores – começaram a observar alguma qualidade em nosso trabalho.

O Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” apenas se preocupa em colaborar ‘no sentido de melhorar o Fluminense’. O Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” foi criado com o objetivo de “orientar, estimular, propagar e incentivar os torcedores do Fluminense a exercerem sua cidadania plenamente”.

Inegavelmente, o Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” imprimiu uma dinâmica ágil e veloz, diante da política tricolor. E boa capacidade de articulação entre as proeminentes figuras da política tricolor.

O Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” colocando em prática sua luta por “TRANSPARÊNCIA NA ADMINISTRAÇÃO” implantou “UMA AÇÃO INÉDITA, ATÉ ENTÃO, EM TODO O BRASIL. O BLOG ‘CIDADÃO FLUMINENSE’ COMEÇOU A COLOCAR DETALHADAMENTE, RELATOS SOBRE AS REUNIÕES DO CONSELHO DELIBERATIVO DO FLUMINENSE FOOTBALL CLUB”.

Esse ‘ineditismo’ ninguém tirará jamais do Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”. Numa época em que muitos propagam a “TRANSPARÊNCIA ADMINISTRATIVA” é comum o surgimento de canais de comunicação, tipo: “TV CÂMARA DOS DEPUTADOS, TV JUSTIÇA, TV ALERJ, TV CÂMARA DOS VEREADORES, TV SENADO, DENTRE MUITAS OUTRAS”. Obviamente, que sabia que esta ação causaria incômodos na política tricolor. Mas, também sabia que com o tempo todos se acostumariam.

Tenho orgulho de ter feito muitos amigos em todo o nosso Clube e em todos os grupos políticos do Fluminense, incluindo vários seguidores do atual presidente do Fluminense. Tenho bom convívio com vários membros da atual Diretoria do Fluminense. A decisão da minha “SUSPENSÃO” não depõe contra mim. Muito pelo contrário! Existe a possibilidade dela se voltar contra os que me atacam. Pois se alguém em algum momento pensa que irei me acovardar diante desta “SUSPENSÃO AUTORITÁRIA”, pode perder as esperanças. Como diz a frase que sempre uso, “A ÚNICA LUTA QUE SE PERDE É A QUE SE ABANDONA”. E vamos em frente, sempre ao lado do nosso querido e amado Fluminense Football Club, pois “A LUTA CONTINUA”.


EDUARDO COELHO


PROFESSOR DE HISTÓRIA E SÓCIO-PROPRIETÁRIO DO FLUMINENSE FOOTBALL CLUB

O descaso da direção do Fluminense com o Escurinho

No sábado, dia 17/07, tive a grande honra (mais uma vez) de desfrutar da companhia dos ex-ídolos do Fluminense da década de 1950. Reverenciar os homens que fizeram dentro de campo, com seu suor a grandeza do Fluminense, é um dever. Mas ao mesmo tempo um momento de rara felicidade e prazer.

O encontro se deu pela ocasião da festa de aniversário dos “80 ANOS DO ESCURINHO”. Ser tratado pelas famílias de nossos craques como ‘um bom amigo’, me proporciona muita satisfação. Isso ‘não tem preço’. Paro tudo se for preciso, para desfrutar da companhia destes senhores. Talvez por isso, tenha conquistado o carinho e a confiança deles e de suas famílias. É que tive boa educação e excelente formação familiar.  

A festa se realizou na casa de familiares do Escurinho. Mas a história poderia ter sido outra. A festa poderia ter sido em outro lugar. Que lugar? No Fluminense? Não! Jamais! Pelo menos, não na gestão Horcades.

A família do Escurinho, bem que tentou que a festa de aniversário dos “80 ANOS DO ESCURINHO” fosse realizada no Fluminense. A família do Escurinho queria celebrar a festa dos “80 ANOS” num dos salões do Clube. Mas infelizmente não conseguiu.

A filha de Escurinho, srª Rosa Jurema, fez contato com pessoas ligadas à direção do Fluminense. Mas nada aconteceu! A família recebeu de presente de um amigo, um Buffet para cem convidados. Ficava faltando apenas o local da festa. Então, logicamente, a família pensou em fazer a festa no Fluminense Football Club, clube que Escurinho defendeu por dez anos, entre 1954 e 1964. Escurinho é o 5° jogador de futebol que mais atuou com a camisa do Fluminense Football Club em seus 108 anos de história. Foram 490 partidas disputadas. Escurinho está entre os dez maiores goleadores da história do Fluminense, tendo marcado 111 gols.

Então, a família de Escurinho que tinha recebido o Buffet de presente de um amigo, tinha a esperança de contar com a colaboração da diretoria do Fluminense para realizarem a festa dos “80 ANOS DO ESCURINHO”, na sede do FLU. Mas, aí é que está o mais difícil, contar com a colaboração da diretoria do Fluminense para alguma coisa. O ‘concessionário’ que toma conta do Salão Nobre e do Salão Social da sede do Fluminense, não abre mão do seu Buffet e da utilização dos seus garçons. Ou seja, do seu serviço completo. Na ocasião, chegaram a dizer que: “Se abrir mão para o Escurinho, amanhã, vai ter que abrir mão para o ‘Braquinho’, para o Zézinho. E por aí vai”.

E acabou que o Escurinho não teve condições de realizar a sua festa de “80 ANOS” na sede do Fluminense. Isto significa que o ‘Fran Mourão’ está de bola cheia. Parabéns! Pelo visto, o ‘Bola Murcha’ da situação é o Escurinho mesmo. Pelo menos pra atual direção do Fluminense, que impossibilitou a realização da festa de “80 ANOS DO ESCURINHO” na sede do FLU.

Logicamente, a família do Escurinho ficou chateada com o descaso da atual diretoria. Mas tudo bem. O mais importante é que o Escurinho tem uma família encantadora e grandes amigos. E a sua festa foi maravilhosa. E foi toda em homenagem ao Fluminense.

Só que, mais chateados ainda, ficaram alguns familiares do Escurinho, ao lembrarem que, pessoas ligadas à direção do Fluminense convidaram-no para o “Happy Hour do Julio Bueno”, o candidato do presidente Horcades, que se realizou no dia 25/02. Eles pensaram: “Quando é do interesse deles, eles procuram”.

Pois é, para a atual direção do Fluminense o “Fran Mourão” é mais importante que o Escurinho. O “Fran Mourão” deve ter sido muito importante na formação da imensa torcida tricolor em todo o Brasil ao longo dos anos, com seus inúmeros gols. Na direção atual do Fluminense alguns (provavelmente por ignorância) devem se perguntar: “Quem é o Escurinho???”


Saudações Tricolores







O candidato Julio Bueno também promoverá 'suspensões' e 'expurgos' políticos???

O presidente Horcades em várias situações já deu provas que não sabe lidar com pressão. Perde a linha facilmente. No caso do Muricy e a CBF, passou a bola para o Alcides Antunes e o Celso Barros.

O candidato Julio Bueno, que é o candidato do presidente Horcades já declarou publicamente que precisaria fazer análise com algum psicanalista, caso eleito presidente a torcida do Fluminense o xingasse. O Horcades pelo visto já se acostumou com isso e tira de letra. Mas o Julio Bueno sendo o candidato do presidente Horcades dá pra ir se acostumando, na possibilidade de ser eleito. O problema maior é vencer a eleição sendo o candidato da situação. Ser o candidato da situação, sempre se carrega ‘um peso enorme’. E que peso!

Mas, a questão principal e que desperta curiosidade deste Blog é: ‘Como o candidato Julio Bueno lidaria com a oposição caso seja eleito presidente do Fluminense???” Reagiria de forma ditatorial como seu aliado político o presidente Horcades??? Caso fosse chamado de “RIDÍCULO” e “PATÉTICO”, também promoveria “SUSPENSÕES” e “EXPURGOS” no melhor estilo stalinista??? Ou levaria a crítica política numa boa??? Até porque, sendo Secretário de um governo do PMDB poderia pegar mal, né??? Afinal o ‘D’ do PMDB, significa “DEMOCRÁTICO”.

É que pegaria mal para a família Cabral, que tem uma tradição no campo democrático e popular, ter um ‘stalinista’ entre os seus parceiros próximos. A pergunta é pertinente, pois o candidato Julio Bueno é apoiado pelo ‘stalinista Horcades’ e os eleitores do Fluminense precisam saber disto antes das eleições, para não incorrerem em mais um caso de ‘estelionato eleitoral’.

'Probleminha' com o TCU

Está semana não foi das melhores para o candidato Julio Bueno. Além de ter que conviver com alguns membros da diretoria Horcades se bandeando para o lado do candidato Peter Siemsen, e o presidente do Fluminense não querendo demiti-los, Julio Bueno teve que dar um vôo ‘às pressas’ em Brasília.

Sua ida até Brasilia foi para resolver o seu ‘probleminha’ com o TCU (Tribunal de Contas da União). Para quem não lembra o candidato Julio Bueno quando presidiu o Inmetro teve seu nome incluído na lista do TCU, por mau uso do dinheiro público, que o tornaria inelegível. A correria e o motivo da viagem teriam deixado Julio Bueno bastante irritado.

Saudações Tricolores

E se alguém gritar 'mengo'???

Neste sábado, dia 24/07, a partir das 21:00 hs, ocorrerá o tradicional Baile de Gala em comemoração aos 108 anos do Fluminense. O grupo político Flusócio promete um comparecimento em massa ao evento. Fizeram até convocação especial em seu blog. Dizem até que o candidato Peter Siemsen comparecerá.

Mas é importante que os Flusócios tomem cuidado. Muitos Flusócios são ardorosos torcedores de arquibancada. Tem também os freqüentadores das cadeiras especiais, que gostam de dizer que são de arquibancada. Tudo bem é compreensível. É pra manter a fama de popular. Mas o importante é que são tricolores. E não tem diferença se é de arquibancada, cadeira especial ou de TV.

Como na atual gestão ‘entra qualquer um’ na sede do Fluminense, sempre é bom tomar cuidado. Vai que neste ‘Baile de Gala’ aparece alguma ‘gang de rubro-negros’ e resolvem gritar “mengo” em pleno Salão Nobre do Fluminense? Imagina? O que fariam os Flusócios??? Deixariam os rubro-negros gritarem “mengo” em pleno Salão Nobre do Fluminense???

Mas, é bom tomarem bastante cuidado! Pois, caso alguém grite “mengo” no Baile de Gala e ocorra algum incidente, o ‘responsável’ pelos eventos no Salão Nobre, o ‘competente’ Vice-presidente Social, Roberto Ferreira Guimarães, poderá querer ouvir a versão dos Flusócios pra ver se eles tem ou não razão na história.

Entretanto, como agora o Vice-presidente Social, Roberto Ferreira Guimarães, já declarou publicamente apoio ao candidato do “maior grupo de oposição” do Fluminense, espero que os Flusócios não se façam de surdos se alguém aparecer por lá gritando “mengo”. Mas, imagino que eles não fariam isso.

E aproveito para fazer uma defesa e um elogio ao grupo Flusócio. Muitos por aí, atacam o “maior grupo de oposição” dizendo que são ingênuos, que agem como crianças, que não sabem fazer política. Eu discordo! Os Flusócios são fantásticos! Estamos todos aprendendo muito com eles.

A Flusócio que é “o maior grupo de oposição” do Fluminense está dando um show de bola. Eles estão dando aula de política em muito “Fidalgo Tricolor”, que se gaba de ter não sei quantos anos de Clube. Eles são “o maior grupo de oposição” do Fluminense e já conseguiram o apoio do presidente da empresa patrocinadora do futebol profissional do Clube. Os Flusócios conseguiram o apoio do Vice-presidente de Esportes Olímpicos, Sandro Lima. E também o apoio do Vice-presidente Social, Roberto Ferreira Guimarães. E mais o apoio do Vice-presidente de Futebol, Alcides Antunes.

Isso é que é oposição. O resto é discurso! Os Flusócios são admiráveis. Estão sendo muito pragmáticos para tomarem o poder. É isso aí! Embora, tenha muito gente torcendo por uma ‘revolução’ – em caso de vitória – do grupo, que nós sabemos muito bem, que não ocorrerá. Muito pelo contrário!

A tendência é uma flexibilidade e acomodação com o atual ‘stablischment’ tricolor. Tem gente até que é do grupo e atua na atual gestão. Mas, pra isso inventaram um termo fantástico chamado “ilha de excelência”. Como tem gente que acredita em Papai Noel, E.T. de Varginha e outras coisas, ainda tem uns caras que repetem esse termo por aí. “Ilha de excelência” na atual gestão? Sensacional! Vou até pedir um autógrafo para o gênio que inventou isso. Foi o Golbery???

Não vamos ‘cortar a onda’ de quem tem sonhos mirabolantes de ‘reinventar a roda’. Só fica um pouco de curiosidade de como agiriam os Flusócios se aparecesse uma ‘gang de rubro-negros’ gritando “mengo” no Salão Nobre do FLU. Só não se esqueçam que, o agora, ‘camarada companheiro’ Roberto Ferreira Guimarães, o atual Vice-presidente Social, está ao lado de vocês.


Saudações Tricolores



sexta-feira, 23 de julho de 2010

O site oficial da campanha do Julio Bueno

Pelo visto o site oficial do Fluminense se transformou no “SITE DA CAMPANHA DO JULIO BUENO”. É um velho e típico caso de “UTILIZAÇÃO DA MÁQUINA ADMISTRATIVA EM BENEFÍCIO DO CANDIDATO DA SITUAÇÃO”.

Pois podemos observar no site oficial do Fluminense uma matéria intitulada, “Fluminense anuncia parceria com a Volkswagen”. Na matéria, o último parágrafo, chega a ‘puxar o saco’ do candidato Julio Bueno de forma absurda. O parágrafo diz: “Um grande time para ter sucesso, precisa de um meio campo habilidoso e neste caso quem fez o papel de unir as partes interessadas foi Julio Bueno, ex-conselheiro do Fluminense e atual Secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Estado do Rio de Janeiro, intermediador do acordo. Ele também esteve presente ao evento e com muita felicidade apresentou o clube que ama aos novos parceiros do tricolor”.

Na matéria do site oficial do Fluminense, ainda colocaram uma foto com o candidato Julio Bueno. Isso é que é 'serviço completo'. Julio Bueno ‘ficou bem na foto’. Ele estava com a sua bela ‘gravata tricolor’.

Gozado, poderiam ter feito alguma matéria com os candidatos Peter Siemsen e Mauro Carneiro, e colocado no site oficial do Fluminense. Eles também estavam presentes na mesma reunião solene do Conselho Deliberativo. Tudo bem, de repente eles não tem uma bela ‘gravata tricolor’ como o Julio Bueno. Mas também são candidatos a presidente do Fluminense. E o site oficial do Fluminense não deve fazer propaganda (subliminar) de apenas um candidato. Alguns tricolores possuem algum nível intelectual. E fica chato, ver e ler certas coisas por aí.


Saudações Tricolores

"FORMIGÃO" vai acabar com a candidatura Peter

A candidatura do “FORMIGÃO” está a pleno vapor. “FORMIGÃO” está mais candidato do que nunca. Ontem, “FORMIGÃO” fez uma reunião em que se encontravam 72 pessoas de sua base política. Eram apenas ‘cabeças pensantes’. A reunião foi bem antes do jogo do Fluminense. Mas, no intervalo da partida – na arquibancada – também rolou muito bate papo. O lema da candidatura de “FORMIGÃO” será: “FORMIGÃO – FLU ETERNO AMOR”.

“FORMIGÃO” está obtendo adesões de dissidentes da candidatura de Peter Siemsen. Estes dissidentes são quadros políticos descontentes com a adesão de Sandro Lima e Ricardo Martins, respectivamente, o Vice-presidente de Esportes olímpicos e seu antecessor.

“FORMIGÃO” disse que ‘vai acabar com a candidatura do Peter’. Em breve, “FORMIGÃO” terá dois encontros importantes ‘pra fechar o caixão do Peter’. Obviamente, que esta expressão é no ‘sentido figurado’. É apenas uma ‘força de expressão’ política, também utilizada no futebol.


Saudações Tricolores

Fogo pelas ventas

Na última terça-feira, dia 19/07, Luciana de Farias e o candidato Julio Bueno, próximos da ‘estátua do Castilho’ demonstravam estar muito furiosos. Saindo do tradicional encontro das terças-feiras de seu grupo político, Luciana e Julio Bueno, como se diz no popular, ‘botavam fogo pelas ventas’.

Luciana referia-se – dentre várias coisas que lhe aborreciam – a situação do Vice-presidente de Esportes Olímpicos, Sandro Lima, carinhosamente conhecido no Clube como ‘Sandrão’. O grupo político do candidato Julio Bueno “exige” a demissão do Vice de Esportes Olímpicos, Sandro Lima. E já ameaça fazer retaliações ao presidente Horcades caso não o demita.


Saudações Tricolores

É proibido cochilar!

A reunião solene do Conselho Deliberativo do Fluminense, na última quarta-feira, dia 21/07, pela passagem do aniversário de nosso querido Clube foi uma das piores que já ocorreram em seus 108 anos de existência. Teve gente que achou que mais parecia uma ‘missa de sétimo dia’.

Um clima frio, angustiante, não teve discursos. E a Diretoria quase não esteve presente, tinham pouquíssimos integrantes. Provavelmente, já estão naquela fase do “salve-se quem puder” e do “cada um por si e Deus por todos”.

O ex-presidente David Fischel hasteou o pavilhão tricolor. Estavam presentes também os ex-presidentes Fábio Egypto e Angelo Chaves. O presidente do Conselho Deliberativo Carlos Henrique Mariz ao fazer seu pronunciamento – que mais parecia um chororô – podia-se ver algumas pessoas quase cochilando. Teve um conselheiro, um grande "Fidalgo Tricolor", que quase pediu a palavra pra cantar aquele famoso, "É PROIBIDO COCHILAR"!!! 


Saudações Tricolores

Horcades ajudando o Peter?

Para um grande “Fidalgo Tricolor” o presidente Horcades é um verdadeiro gênio da política e está fazendo tudo certinho. E não vai demitir os Vice-presidentes, Sandro Lima e Roberto Ferreira Guimarães.

Segundo este grande “Fidalgo Tricolor”, o verdadeiro objetivo de Horcades é destruir a candidatura de Julio Bueno. Para este grande “Fidalgo Tricolor”, Horcades começa a fazer o jogo do Celso Barros que está ‘fechadíssimo’ com Peter Siemsen. E na tática de Celso Barros, quanto mais o Horcades se pronunciar dizendo que Julio Bueno é o seu ‘candidato do coração’, mais estaria destruindo sua candidatura e ajudando a do Peter.


Saudações Tricolores

O ANALFABETO POLÍTICO

Bertolt Brecht foi um dos mais importantes dramaturgos do século XX. Ele também era poeta e contista. Brecht era alemão, nascido na Baviera. Seus trabalhos artísticos e teóricos influenciaram profundamente o teatro contemporâneo. Bertolt Brecht mudou completamente a função e o sentido social do teatro, usando-o como arma de conscientização e politização.

Um dos textos mais conhecidos de sua antologia poética é o ANALFABETO POLÍTICO. No intuito de colaborar com as reflexões e o aumento da conscientização  política de todos os tricolores, eis o texto na íntegra:


O ANALFABETO POLÍTICO

O pior analfabeto é o analfabeto político.
Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política.
Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo.



quinta-feira, 22 de julho de 2010

"O MEU CANDIDATO É O DOUTOR JULIO BUENO"

É... Parece que desta vez não tem jeito mesmo... É pior do que batom na cueca! Agora, definitivamente, o presidente Horcades resolveu assumir... Ele andava um pouco angustiado, meio travado, meio encabulado... Mas, agora assumiu de vez! É melhor assim, presidente. Afinal estamos em pleno século XXI, não cabe mais no mundo moderno as pessoas ficarem se escondendo, se privando de tentarem ser felizes.

Todos nós devemos seguir o que orienta o nosso coração, as nossas emoções, os nossos desejos. Uma pessoa não deve ter qualquer tipo de preconceito, quando uma vontade enorme vem de dentro de si e fala mais alto.

E o presidente Horcades, deve estar muito feliz. Escolheu especialmente o dia do aniversário do Fluminense para assumir de vez. Escolheu o dia do aniversário do Fluminense para fazer a grande revelação da sua vida. Que lindo! Aquilo que ele estava segurando há muito tempo, mas não aguentava mais segurar.

E o presidente Horcades assumiu de vez o seu candidato a presidente nas próximas eleições de novembro. Em uma declaração ao site do Globoesporte.com, o presidente Horcades disse: “O MEU CANDIDATO É O DOUTOR JULIO BUENO”.

E pensam que o presidente Horcades parou por aí??? Que nada! Foi elogio atrás de elogio, até não poder mais. Deve ter sido pra tirar o atraso do tempo em que ele não revelava o seu candidato a presidente. Foi muito emocionante! Antes, era só o candidato Julio Bueno dizendo que se sentia muito honrado em ter “o apoio” do presidente Horcades. E o presidente Horcades ia, em uma festinha aqui, outra ali, do candidato Julio Bueno. Agora não! O presidente Horcades resolveu assumir de vez a sua candidatura. Agora é só felicidade!

E o presidente Horcades demonstrando toda a sua admiração e gosto pelo candidato Julio Bueno, disse mais: “O JULIO BUENO É UMA PESSOA EXTREMAMENTE EXPERIENTE, DE MINHA CONFIANÇA,TEM PRESTIGIO POLÍTICO DENTRO E FORA DO FLUMINENSE. TEM LARGO CURRÍCULO. O QUE ESPERO É QUE AS ELEIÇÕES TRANSCORRAM DE FORMA TRANQUILA, DEMOCRÁTICA E SEM BAIXARIA”.

Mas, o presidente Horcades, ainda não pararia por aí. O presidente Horcades ainda provocou a oposição dizendo: “FIQUEI MAGOADO COM UM MOVIMENTO MINORITÁRIO, ME SENTI TRAÍDO POR PESSOAS PEQUENAS, QUE TENTARAM O MEU IMPEACHMENT, MAS NÃO OBTIVERAM NEM QUÓRUM”.

Bem, diante dessas declarações infelizes não temos muita coisa o que dizer. Mas não custa nada algumas colocações.

Uma coisa fica comprovada, que o presidente do Fluminense não perdeu o seu tom agressivo, beligerante, provocador, demonstrando todo o seu despreparo para exercer o cargo. Comprova ser uma pessoa, além de despreparada para lidar com pressão, que guarda rancor dentro de si. O presidente se tivesse espírito de líderança olharia para frente e não para trás. O presidente Horcades prova realmente seu amadorismo e toda a sua inabilidade política.

O presidente Horcades não deveria chamar seus opositores de “pessoas pequenas”. Desta forma, o presidente Horcades “NÃO TEM MORAL ALGUMA PARA RECLAMAR” quando alguns de seus opositores responderem no mesmo tom.

É triste ver uma pessoa, com a idade cronológica do presidente, tendo um comportamento deste, parece coisa de briga de adolescente em grêmio estudantil. E justo na data mais importante do Fluminense Football Club, o dia 21 de julho, a data de fundação de nosso querido Clube??? O presidente se aproveita do bom momento da equipe de futebol para dar uma resposta??? Que tristeza! Esta artimanha, presidente, é muito antiga. E é a total falta de elegância.

O presidente Horcades, na data de aniversário do Fluminense não deveria se aproveitar do cargo que ocupa, para destilar sua raiva e seu rancor contra a oposição, chamando-os de “TRAIDORES” ou “PESSOAS PEQUENAS”. Se tivesse um pouco mais de preparo – emocional e intelectual – saberia que, a existência de oposição é a coisa mais natural que existe na política. E ser presidente de qualquer coisa que seja, requer compostura e apreço pela ‘liturgia do cargo’. A ‘liturgia do cargo’ é um comportamento cerimonioso que certos altos postos impõem a seus ocupantes.

Poderia ter uma postura de estadista, elegante, não tratando de fazer ataques a oposição pelo menos nesta data. Mas, isto seria pedir muito do presidente Horcades. Isto seria exigir muito, de alguém que demonstrou não ter capacidade para presidir um clube com a história do Fluminense. E isto não é nenhuma ofensa ao presidente! É apenas uma opinião! É a minha opinião! Opinião política! Que tenho orgulho, honra e disposição para externá-la. 

No Fluminense, atualmente, estamos precisando de pessoas com um pouco mais de “OPINIÃO”. Com toda certeza, quando tivermos mais pessoas com “OPINIÃO”, sem amarras, sem precisarem do Fluminense para servir dele, poderemos construir uma nova realidade, um pouco parecida com os tempos em que o nosso Clube era um modelo, rico e poderoso.

Mas, deixemos o presidente Horcades pra lá, pois ele ‘chega a despertar riso’ e piedade. Quem tem que se preocupar com ele é o candidato dele, o Julio Bueno. Este, sim, está com um abacaxi daqueles. E vai ter que descascar e engolir todinho. Deve ser muito duro, um sujeito depois de uma vida inteira, resolve sair candidato à presidência de seu clube do coração, e ter que ouvir de alguém, como o presidente Horcades, dizer: “O MEU CANDIDATO É O DOUTOR JULIO BUENO”.


Saudações Tricolores

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Horcades ou Herodes???

A política tricolor está realmente fervilhando. O apoio do grupo do Esporte Olímpico ao candidato Peter Siemsen está dando muito o quê falar. Existem pessoas animadas com o apoio e outras indignadas com o fechamento.

Não convidem para a mesma mesa os senhores, Julio Domingues, Sandro Lima e Roberto Ferreira Guimarães. A menos que tenham bandejas na mesa. Julio Domingues que é assessor do presidente Horcades e um dos principais articuladores de seu candidato, o sr° Julio Bueno, estaria indignado com as declarações de apoio ao Peter, por parte de Sandro Lima e Roberto Ferreira Guimarães.

O grupo que apóia Julio Bueno – o candidato do presidente Horcades – está pedindo a cabeça de Sandro Lima (Vice- presidente de Esportes Olímpicos) e Roberto Ferreira Guimarães (vice-presidente Social) dos dois ao presidente Horcades. O presidente Horcades, como se fosse um bom pugilista, tenta se esquivar das investidas e com isso ir ganhando tempo.

Mas, o grupo de Julio Bueno está pressionando muito o presidente Horcades para demiti-los. O grupo de Julio Bueno considera ‘alta traição’, os dois optarem por Peter Siemsen fazendo parte da Gestão Horcades. Na concepção do grupo, os dois deveriam ser leais e fiéis ao presidente Horcades, apoiando o seu candidato Julio Bueno. Portanto, para o grupo de Julio Bueno se os dois não entregam o cargo, que sejam demitidos.

Para alguns tricolores, a não demissão dos dois é uma forma do presidente Horcades contribuir para a vitória de Peter Siemsen. E consequentemente, ter um canal de diálogo bom com Peter, no caso de sua vitória. Seria aquele velho caso de “querer ficar de bem com todo mundo”.

E como na história bíblica, onde Salomé pede a cabeça de João Baptista numa bandeja para Herodes Antipas, o presidente Horcades está numa encruzilhada. Com o ‘não atendimento’ do pedido do grupo, o presidente Horcades se indispõe com sua única base de apoio. E isso pode ser péssimo para o seu final de mandato.

Vale lembrar que, foi o talento e a forma aguerrida de luta do grupo de Julio Bueno que possibilitou que o presidente Horcades permanecesse no cargo evitando o seu “impeachment”. O pedido do grupo de Julio Bueno também constrange o presidente Horcades, pois demonstra sua condição de estar refém politicamente do grupo.

Contudo, vamos aguardar os desdobramentos. Muita conversa e muita pressão de todos os lados ainda vai rolar nos próximos dias.


Saudações Tricolores

A felicidade de Mauro Carneiro

O candidato Mauro Carneiro andou muito feliz nos últimos dias. E não fez por menos, tratou de mostrar a todos que estava exultante.

Dia desses, Mauro Carneiro estava ‘muito alegre’ no Bar do Tênis. Ele pôde ser visto gritando efusivamente pelo tradicional Bar do Tênis. Alguns pensavam que era pelo fechamento do contrato com a Ambev, possibilitando diminuir o prejuízo financeiro do FLU e ‘as melhorias’ no Clube.

Na verdade, Mauro Carneiro estava radiante não era com a chegada da Ambev. O motivo? A possível demissão do Vice-presidente de Esportes Olímpicos, Sandro Lima.

Na ocasião, Mauro Carneiro ainda fazia questão de lembrar o episódio em que Sandro Lima, numa demonstração de intenso amor e preocupação pelo patrimônio do Fluminense, guardou em sua residência cerca de 20 mil ingressos da Final da Taça Libertadores contra a LDU.


Saudações Tricolores

Um bom motivo pra salvar a noite

Dando sequência às inúmeras conversas de articulação entre os diversos ‘players’ do cenário político tricolor, nesta última segunda-feira, dia 19 de julho, ocorreu mais um sensacional encontro. Foi uma reunião entre alguns integrantes do tradicional grupo político “DEMOCRACIA TRICOLOR” e o presidente da patrocinadora do futebol profissional do Fluminense, o sr° Celso Barros.

Na reunião, representando o grupo “DEMOCRACIA TRICOLOR” estiveram presentes o Benemérito Hamilton Iague, o Benemérito Arthur da Rocha Nogueira, carinhosamente conhecido como “Tutuca”, o conselheiro Benedito Sérgio e o também conselheiro Ricardo Lopes. Os convidados foram bem recebidos pelo sr° Celso Barros, que na qualidade de bom anfitrião ofereceu-lhes o seu melhor whisky. E como todo bom anfitrião, não economizou ‘no agrado’ aos convidados.

É lógico, que Celso Barros falou mais do que ouviu. E isto não agradou muito os convidados. Um dos comentários da conversa teria sido uma ‘bronca’ dada por Celso Barros no Vice-presidente de Esportes Olímpicos, Sandro Lima. Celso Barros disse ao grupo que “está fechadíssimo” com Peter Siemsen. E apenas a vitória de Peter lhe interessa no próximo pleito do mês de novembro. Celso Barros insinuou ao grupo para manter a calma. Celso Barros deu o recado!

Se a reunião serviu para alguma coisa – fora o bom whisky – ainda não sabemos. Mas, com toda certeza, ela contribuiu para demonstrar ‘o poder’ de Celso Barros.

Entretanto, cabem algumas reflexões: Por que o Vice-presidente Geral do Fluminense, o sr° José de Souza (que pertence ao grupo) foi excluído da reunião??? Talvez por não concordar com esse poder todo que conferem ao Celso Barros??? Ou por não ter apreço para ouvir as histórias de Celso Barros??? A verdade é que os próprios presentes na reunião, não acharam a conversa muito produtiva. Pelo visto ‘as histórias do Celso Barros’ não agradaram muito. Pelo menos ainda teve um whiskynho pra descontrair e salvar a noite.


Saudações Tricolores

O Fred vai te pegar, com o título de campeão brasileiro e marcando 60 gols em 2010

Ontem, dia 20, terça-feira, o centroavante Fred deu uma declaração um pouco preocupante. Fred tentava “alertar o torcedor para ‘murmuro político’ nas arquibancadas”. Para o atacante Fred, as vaias da torcida tricolor para o time do Fluminense contra o Grêmio Prudente já são efeitos do ano eleitoral no Fluminense. Para o centroavante Fred, as vaias no jogo contra o Grêmio Prudente, na última quinta-feira, foram um ato político. Fred disse que isso é torcida política.

Particularmente, estou tranquilo quanto a isto, sou daqueles torcedores que nunca vaiam o time (na verdade nunca vaiei) mesmo que esteja perdendo de goleada. E não abandono o estádio antes do apito final mesmo que o FLU esteja perdendo de 9 a 0 (ou mais) para o adversário. Para alguns torcedores fanáticos do Fluminense – entre os quais me incluo – acompanhar o time e torcer é igual aquela ladainha de padre em dia de casamento, “na pobreza e na riqueza, na saúde e na doença...”

Sempre segui um pensamento que atualmente é o lema do Movimento Popular Legião Tricolor, “cantar e apoiar os 90 minutos”. E este é ‘um dos motivos’, por minha identificação com o Movimento Popular Legião Tricolor. Entretanto, tenho espírito democrático e sei muito bem que as pessoas pensam de forma diferente – e com todo direito – e nem todos torcedores concordam com o “não vaiar”.

E precisamos respeitá-los, pois a maioria dos torcedores que ‘pagam os seus ingressos’ e na verdade são os que alimentam a indústria milionária do futebol. E aí, não tem ‘presidentezinho’ de clube, não tem ‘presidentezinho’ de patrocinadora, não tem artilheiro, não tem nada. Quem manda é quem paga a conta! E quem paga a conta é o torcedor! Portanto, deve ser respeitada a opinião do torcedor. E querer achar que quase 29 mil pessoas foram ‘cabrestadas’ por alguém com algum interesse político é fazer pouco caso da inteligência do torcedor que assistiu uma péssima partida de futebol, não viu seu time ganhar, resolveu vaiar e vaiou. Pronto! Só isso!

Fred é um bom rapaz de 26 anos, de boa família e que zela pelo bom ambiente do elenco tricolor. Por sinal, muito bonita e simpática a homenagem que fez para sua irmã, Cacá, que está grávida, ao marcar o gol na última quinta-feira, colocando a bola embaixo da camisa, fazendo de conta que está ‘grávido’.

Contudo, diante das declarações do nosso querido artilheiro – nós que somos tricolores a vida inteira e seremos até depois da morte – precisamos fazer algumas reflexões. O Fred tem todo o direito de se expressar, como todo cidadão brasileiro. Como se expressou no ano passado dizendo que se marcasse gol na equipe do Cruzeiro – seu clube do coração – não iria comemorar. E não comemorou! Mas, isto pouco importa. O que importa é que ele marque os seus maravilhosos gols.

E para nossa felicidade marcou logo dois gols naquela partida memorável no Mineirão, que foi um dos marcos de nossa incrível “Arrancada Tricolor”. Porém, é bom lembrar que era uma ‘arrancada’ para não ser rebaixado para a Segunda Divisão. E não uma arrancada rumo ao título de campeão brasileiro.

Mas, voltando à declaração do Fred, que disse as vaias do jogo contra o Grêmio Prudente é coisa de ‘torcida política’, seria bom que ele soubesse que o público presente no Maracanã naquela partida foi por volta de 29 mil pessoas. E o Fluminense não tem 29 mil sócios, aptos e em condições de votar pra presidente na eleição do próximo mês de novembro. O Fred deveria ‘pensar um pouco mais’ e aí concluiria que, as pessoas que vaiaram o time do Fluminense na última quinta-feira no Maracanã, fizeram isso simplesmente porque o time jogou mal, fez um péssimo segundo tempo, empatou com um time – sofrendo um gol faltando apenas sete minutos para o término da partida – que estava na zona do rebaixamento, em pleno Maracanã. E com isso o Fluminense perdeu a chance de alcançar a liderança do campeonato brasileiro. Só isso!

Agora o Fred dando uma declaração dessas – sobre um assunto que não domina, não está na sua órbita e para o qual não foi contratado – nos fará pensar que ‘tem coisa aí’. O Fred foi contratado para jogar futebol e marcar (muitos) gols e não para fazer dissertações ou análises sobre a política tricolor. Caso o Fred entre por este caminho dará margem para especulações de querer proteger alguém ligado a política tricolor. E o Fred tem que se lembrar que seu contrato profissional com o Fluminense é de cinco anos. Ou seja, se o Fred mantiver o que vem dizendo por aí, que deseja concluir seu contrato com o Fluminense, até 2014, ele terá a possibilidade de trabalhar com três presidentes diferentes (a menos que o presidente eleito em 2010 seja reeleito em 2013).

Mas, o Fred é um bom rapaz, bom atleta, de espírito agregador, deu esta declaração possivelmente por ser uma forma de expressão meio que um ‘lugar comum’ no mundo do futebol. Mas, Fred, a torcida do Fluminense é ‘um pouco’ diferenciada. E algumas pessoas, mesmo sendo ‘torcedores fanáticos’, possuem senso crítico. Nem todos os ‘lugares comuns’ serão aceitos assim, de qualquer maneira, mesmo que venha de nosso adorável e querido artilheiro. Tenha só um pouco de cuidado com algumas declarações delicadas. Isto é só uma sugestão de alguém que se esgoela nas arquibancadas e torce muito por você e todo o time do Fluminense, seja onde for e em qualquer situação.

Este texto Fred, serve também para externar que estamos ‘torcendo fanaticamente’ para que você possa concluir sua meta de marcar 60 gols na temporada de 2010. E de preferência, com o título de campeão brasileiro de futebol de 2010. Aí, toda a galera tricolor não se cansará de gritar a plenos pulmões, “O FRED VAI TE PEGAR”.


Saudações Tricolores



A "MÁFIA DO APITO" e o Corinthians

“Nunca antes na história deste país” – como já dizia um corinthiano – houve um escândalo tão absurdo de tamanha proporção, envolvendo a arbitragem do futebol no Brasil. Era o ano de 2005. E o grande beneficiado pelo escândalo que ficou conhecido como “MÁFIA DO APITO”, foi o Sport Club Corinthians Paulista, que acabou tornando-se campeão brasileiro daquele ano.

Mas, retornando um pouco no tempo, em outubro de 2004, Kia Joorabchian o iraniano com cidadania britânica – supostamente testa-de-ferro de milionários ligados à máfia russa – representava a MSI (Media Sports Investment) no Brasil. Hoje, vivendo em segurança e com conforto, em Londres, Kia Joorabchian é foragido da justiça brasileira.

A MSI iria investir no Corinthians por uma década a partir do início do acordo, em 2004. A maior contratação, Carlitos Tevez, atacante raçudo e habilidoso, que veio do Boca Juniors, campeão pela Seleção Argentina nas Olimpíadas de 2004. Foram 20 milhões de dólares na transação. Valores que superavam de longe qualquer valor que um clube brasileiro pudesse pagar.

O Corinthians ainda contratou o volante Mascherano, do River Plate, que também integrava a equipe campeã olímpica da Seleção Argentina, em 2004. O Corinthians também contratou jogadores brasileiros, como: Nilmar, Roger, Carlos Alberto, Gustavo Nery, Marcelo Mattos, Marinho e Hugo.

No site oficial do Corinthians, a MSI era apresentada como uma empresa idônea. Entretanto, com o decorrer do tempo, nada disso foi, de fato, comprovado. No Brasil, o surgimento da MSI e a grande injeção de recursos no Corinthians foram grandes novidades. Um dos assuntos mais comentados no Brasil era que a chegada da MSI seria para uma suposta lavagem de dinheiro.

Em janeiro de 2005, o Ministério Público do Estado de São Paulo recebeu um dossiê sobre a parceria entre o Corinthians e a MSI. Em abril de 2005, Rodrigo César Rabelo, procurador geral de Justiça de São Paulo, afirmou que o relatório de investigação da parceria entre o Corinthians e a MSI possuía fortes indícios de lavagem de dinheiro.

Mas, por pura coincidência ou apenas ironia do destino, o Campeonato Brasileiro de 2005, vencido pelo Corinthians, ficaria marcado por decisões duvidosas dos comandantes do nosso futebol.

Na época, dois nomes dos mais comentados eram o de Luiz Zveiter, presidente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e Edílson Pereira de Carvalho, árbitro de futebol.

Naquele ano de 2005, mais precisamente no dia 23 de setembro, a Revista VEJA trouxe em sua matéria de capa a denúncia de um esquema de compra de juízes para forjar resultados favoráveis a apostadores de loterias realizadas pela internet. Com isso, alguns jogos do Campeonato Brasileiro ficaram sob suspeita. O árbitro de futebol Edílson Pereira de Carvalho e o empresário Nagib Fayad foram presos. Edílson naquele ano apitou 25 partidas, sendo 11 pelo Campeonato Brasileiro. O árbitro Paulo José Danelon também começava a ser investigado.

No início do escândalo, Luiz Zveiter, então presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) admitia que “as partidas feitas pelos dois árbitros envolvidos no esquema poderiam ser refeitas, mas que cada jogo deveria ser analisado detalhadamente”.

Poucos dias depois, Luiz Zveiter, começa a mudar de opinião. Sem mais nem menos, diz que “as 11 partidas feitas por Edilson Pereira de Carvalho poderão ser refeitas”. No dia seguinte, o árbitro Edilson Pereira de Carvalho e o empresário Nagib Fayad são soltos da prisão.

Um dia após a liberação dos presos, entra em cena – finalmente – o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol, o sr° Ricardo Teixeira, que até então ‘assistia tudo de camarote’. Ricardo Teixeira promete “acelerar as investigações em todos os jogos feitos por Edílson no Campeonato Brasileiro”. Na sequência, Luiz Zveiter, presidente do STJD, diz que a anulação dos 11 jogos “pode acontecer sem a verificação das fitas dos jogos”, por julgar que, “os dados da comissão de auditores do Tribunal devem ser suficientes para que a decisão seja tomada”.

No mesmo dia, em que Zveiter disse que a anulação dos jogos “poderia acontecer sem a verificação das fitas dos jogos”, Armando Marques, presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, deixa o cargo. Em seu lugar entra o também ex-árbitro Edson Resende. Para completar, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, “lavando as mãos”, deixaria a decisão do que fazer com os jogos de Edílson Pereira de Carvalho nas mãos ‘muito habilidosas’ de Luiz Zveiter.

No dia 2 de outubro de 2005, Luiz Zveiter anuncia a anulação dos 11 jogos apitados pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho no Campeonato Brasileiro. Dois dias depois, Internacional, Cruzeiro, Santos, Ponte Preta e Figueirense, decidem entrar juntos com uma ação no STJD para tentar reverter à decisão de anular seus jogos. O STJD recusa o recurso dos clubes contrários à anulação dos 11 jogos. É importante destacar que, alguns dias antes, o próprio Luiz Zveiter tinha declarado que não havia como garantir que todas as partidas fossem anuladas.

No dia 7 de outubro de 2005, a CBF define o dia e horário das partidas restantes a serem refeitas. A organização garantiu quer arcaria com todas as despesas. Três dias depois, o Vice-presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), Reinaldo Carneiro Bastos, acusado pelo árbitro Edilson Pereira de Carvalho de pressioná-lo para manipular resultados de partidas, pede para se afastar da entidade. O Ministério público do Rio de Janeiro instaura processo para investigar a anulação pelo STJD dos 11 jogos de Edilson Pereira de Carvalho.

No dia 12 de outubro de 2005, as três primeiras partidas das 11 a serem refeitas são disputadas. Vasco 3 x 3 Figueirense, Juventude 3 x 4 Fluminense e Cruzeiro 2 x 2 Botafogo. No dia 13 de outubro, o Corinthians conseguiu os três primeiros pontos com os jogos remarcados. O Corinthians vencei o Santos por 3 a 2, na Vila Belmiro, devolvendo a primeira derrota. Nesse jogo, o árbitro Cléber Wellington Abade, teve sua atuação muito questionada. E alguns torcedores do Santos chegaram a invadir o campo para tentar agredi-lo.

Em meio a toda esta bagunça, vale destacar que o senhor Ricardo Teixeira pareceu não dar a mínima importância para o assunto. Garantir que a solução para o caso fosse justa era obrigação da Confederação Brasileira de Futebol. Postura semelhante teve o Clube dos 13, que mostrou-se inerte no caso.

Quando veio a público, a denúncia de Edilson Pereira de Carvalho, na 27ª rodada, o Internacional liderava o campeonato, com 50 pontos, seguido por Goiás, Corinthians, Fluminense e Santos, todos com 47 pontos. O Corinthians conquistou, de maneira injusta, quatro preciosos pontos. Três na partida contra o Santos e mais um diante do São Paulo, no empate de 1 a 1. Com isso, o Corinthians assumia a liderança do campeonato, com 51 pontos, um à frente do Internacional de Porto Alegre, que somava 50.

No confronto entre o Corinthians e o Internacional de Porto Alegre, realizado em Porto Alegre, o juiz Márcio Rezende de Freitas não deu para o Internacional um dos pênaltis mais claros de toda a história do campeonato brasileiro. O meia Tinga entrou na área corinthiana e foi derrubado pelo goleiro Fábio Costa, que jogava no time paulista. A partida terminou empatada em 1 a 1, mantendo a vantagem do Corinthians.

É possível afirmar que, em poucas outras situações um clube de futebol no Brasil foi tão beneficiado por decisões fora das quatro linhas como o Corinthians. O Corinthians hoje é dono de um título marcado por graves erros.

E quando estourou a denúncia na Revista Veja, o que fez o presidente do Fluminense um dos clubes prejudicados com a remarcação dos jogos??? O que fez o 'brilhante' Departamento Jurídico do Fluminense na ocasião??? Por que o Fluminense não entrou junto com o Internacional, Cruzeiro, Santos, Ponte Preta e Figueirense com uma ação no STJD para tentar reverter à decisão de anular seus jogos??? Por que o Fluminense aceitou o que determinou a CBF e o STJD??? O que fazem os cidadãos (torcedores) em relação a tudo isso??? Continuam assistindo a tudo isso, quietos e de maneira passiva, como se isso fosse normal???

É bom lembrar que, neste ano em que se completam cinco anos do escândalo da “MÁFIA DO APITO”, é o mesmo ano em que ocorre o centenário do Sport Club Corinthians Paulista, o mesmo clube que foi campeão do Campeonato Brasileiro de 2005. Sempre vale destacar e ficar atento, para o fato de que, neste ano de 2010, o Chefe da Delegação Brasileira na Copa do Mundo da África do Sul foi o sr° Andrés Sanches, atual presidente do Corinthians que desfruta de ótimas relações como presidente da CBF, o sr° Ricardo Teixeira.

Não custa nada lembrar também que, uma das duas derrotas (até aqui) do Fluminense neste campeonato de 2010, foi para o Corinthians. E que se diga também que, a arbitragem deste jogo foi um tanto polêmica, com um gol tricolor legítimo mal anulado. Tudo isto que descrito é no intuito de manter viva a memória de alguns tricolores. E também para que possam refletir, sobre não ficarem inertes esperando por alguma atitude de alguma diretoria. “NÃO BASTA EMOÇÃO, TEM QUE ROLAR AÇÃO”!


Saudações Tricolores

segunda-feira, 19 de julho de 2010

ESCURINHO - 80 ANOS

             
Jair Sant'Anna, Escurinho, Cacá, Emilson e Jair Marinho


No último dia 3 de julho, foi aniversário de um dos grandes ídolos de toda a história do Fluminense. Era o aniversário de 80 anos de Benedito Custódio Ferreira, o nosso querido "ESCURINHO". Escurinho nasceu no ano de 1930, em Nova Lima, cidade de Minas Gerais. Escurinho ingressou no Fluminense Football Club em 1954, clube que defendeu por dez anos. Escurinho participou de 490 jogos pelo Fluminense. Escurinho é o 5º jogador de futebol que mais atuou com a camisa do Fluminense, em toda a sua gloriosa história de 108 anos. Escurinho está entre os dez maiores artilheiros do Fluminense, marcando 111 gols. 



                Escurinho, Cacá, Emilson, Jair Marinho, Pinheiro e Altair


No Fluminense, Escurinho colecionou títulos importantes como: Campeão Carioca nos anos de 1959 e 1964; Campeão do Torneio Rio-São Paulo de 1957 e 1960. Escurinho foi Campeão da Taça Oswaldo Cruz e Taça Ohiggins, pela Seleção Brasileira, em 1955. Escurinho disputou 10 jogos pela Seleção Brasileira, marcando um gol. Além do Fluminense, Escurinho atuou pelo Vila Nova de Minas Gerais e Atlético Júnior da Colômbia.





          Roberto Miranda, Jair Sant'Anna, Escurinho, Cacá, Jair Marinho, Emilson e Altair


A festa de aniversário dos "80 ANOS DO ESCURINHO" foi realizada neste último sábado, dia 17 de julho, no bairro do Lins de Vasconcelos, Zona Norte do Rio de Janeiro, na casa de familiares. A festa contou com a presença de muitos amigos, familiares e vários ex-jogadores companheiros de Escurinho.







         Bunner com fatos e fotos marcantes da vida de Escurinho        


Dentre os ex-atletas do Fluminense, estiveram presentes: Jair Sant'Anna, Altair, Pinheiro, Jair Marinho, Adalberto, Emilson e Cacá. Jair Sant'Anna jogou no Fluminense de 1952 a 1960. Altair jogou no Fluminense de 1956 a 1970. Pinheiro jogou no Fluminense de 1949 a 1963. Jair Marinho jogou no Fluminense de 1957 a 1964. Adalberto jogou no Fluminense de 1948 a 1954. Emilson jogou no Fluminense de 1949 a 1954. Cacá jogou no Fluminense de 1955 a 1957. Era muita história do Fluminense reunida.







Decoração da festa, toda feita
em homenagem ao Fluminense


Esteve presente também o jornalista (tricolor) José Rezende, que é coordenador do Centro Histórico-Esportivo da ABI (Associação Brasileira de Imprensa). José Rezende é um grande incentivador da cultura do nosso futebol brasileiro, e em especial do nosso Fluminense. José Rezende pode ser visto com frequência em nosso Clube, realizando suas pesquisas ou simplesmente acompanhando o futebol tricolor. José Rezende já escreveu vários livros sobre futebol. E no momento, José Rezende está preparando um livro onde contará a história do futebol do Fluminense.  




            Bolo de aniversário dos 80 anos de Escurinho e medalha e placa alusiva a Taça Olímpica


Outra presença marcante na festa de Escurinho, era a de Valterson Botelho. Valterson Botelho é membro do Conselho Deliberativo do Fluminense. Valterson é um grande entusiasta da história do Fluminense. Recentemente, Valterson preparou dois filmes sobre dois ídolos do Fluminense, Valdo e Pintinho. Valterson esteve filmando parte da festa de Escurinho, é possível que apareça mais algum presente para a torcida tricolor. 




                               Escurinho: "Eterno Ídolo Tricolor"











Escurinho no ataque no Maracanã


Dos 111 gols que Escurinho marcou pelo Fluminense, oito foram no campeonato carioca de 1959. Naquela ocasião o Fluminense disputou 22 jogos para tornar-se campeão carioca. Foram 17 vitórias, 4 empates e apenas uma derrota. O Fluminense marcou 45 gols e sofreu apenas 9 gols. Apenas Carlos Castilho, Jair Marinho, Valdo e Escurinho disputaram todos os 22 jogos pelo Fluminense naquele campeonato.  
          O Deputado Chiquinho da Mangueira entrega uma Moção de Louvor pelos "80 ANOS DE ESCURINHO"


Outra presença importante e que muito contribuiu para dar mais brilho a festa, foi a do Deputado Estadual Chiquinho da Mangueira. Chiquinho entregou uma Moção de Louvor e Aplausos para Escurinho, pela brilhante carreira como atleta. Consideramos oportuna a reverência a um dos mais ilustres jogadores de futebol, que permanece vivo nos corações dos tricolores. Pela presença marcante e dedicação ao esporte, Escurinho é merecedor da honraria conferida pela Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.


Camisa do Fluminense fazendo
parte da decoração da festa 

Toda a decoração da festa dos "80 ANOS DE ESCURINHO" como não poderia ser difenrente teve as cores do Fluminense. Camisas do Fluminense faziam parte da decoração da festa. O esmero e o carinho com que a família de escurinho preparou tudo, evidenciava-se o grande amor que envolve o lar de nosso grande ídolo. A família de Escurinho visivelmente emocionada, contagiava todos os presentes. É importante ressaltar a educação de todos os convidados. Em nenhum momento da festa ocorreu qualquer tipo de brincadeira, por parte de algum possível torcedor de outro clube do Rio de Janeiro.


                          Escurinho o eterno ídolo do Fluminense


Durante a festa o Hino do Fluminense foi tocado duas vezes. Uma delas na hora do bolo. Então foi o momento de todos nós demonstrarmos o nosso amor pelo nosso querido "Tricolor das Laranjeiras". Foi muito bonito perceber alguns de nossos ídolos eternos cantando nosso hino. O destaque na hora de cantar ficou por conta de Jair Sant'Anna e Escurinho.



       A repórter Bruna Gosling do Canal SporTV, esteve presente na festa e entrevistou Escurinho
 
Uma equipe do Canal SporTV esteve presente na festa dos "80 ANOS DO ESCURINHO". A repórter Bruna Gosling entrevistou Escurinho e alguns de seus familiares, numa matéria de irá ao ar no programa "TÁ NA ÁREA", na segunda-feira, dia 19 de julho, às 18:00 hs.



                     José Rezende, Altair e Valterson Botelho


Num momento da festa foi exibido um belo vídeo com momentos da vida de Escurinho. No momento inicial, ao som de "A volta do boêmio" na voz do grande cantor Nelson Gonçalves, o vídeo - muito emocionante para os tricolores - mostrava fotos de Escurinho em sua vida no Fluminense, nos dez anos de clube. Fotos maravilhosas de todosos nossos craques com Escurinho. Como vários deles estavam ali presentes no momento, os momentos de maior emoção ocorreu nas vezes em que apareciam Castilho e Telê junto com Escurinho. Num outro momento, em que apareciam lances da vida de Escurinho com a família e amigos, tocava a música "Deixa a vida me levar", na voz de Zeca Pagodinho.





                      Altair, Pinheiro e Jair Marinho


O clima da festa era o melhor possível. Nossos ídolos eternos eram a mais pura alegria e felicidade. Num determinado momento foi possível flagrarmos Pinheiro e Jair Marinho "dançando como dois irmãos". Era mutio interessante escutar algumas histórias vividas por eles nos períodos de concentração. O astral de nossos craques era algo muito cativante. E emocionava todos os presentes.   



                   Eduardo Coelho e Roberto Miranda


Como o ambiente era de amizade e alegria este presente também o grande craque do Botafogo Futebol e Regatas. Roberto Miranda, que participou do time bicampeão carioca de 1967-1968. A participação num dos maiores times da história do clube de General Severiano, levaria Roberto Miranda a integrar a Seleção Brasileira que conquistou o título de campeão da Copa do Mundo, em 1970, no México.



     Altair, Adalberto, Pinheiro, Eduardo Coelho, Jair Sant'Anna, Escurinho, Jair Marinho e Cacá


O fato de não ter tido o privilégio de assistir os jogos destes ídolos, em nada reduz o carinho e a admiração por quem construiu 'dentro de campo' a maravilhosa história do Fluminense. Ajudar a construir um novo paradigma sócio-cultural no Brasil, onde os cidadãos (torcedores) valorizem mais o passado de nosso país, consequentemente o de nosso 'time do coração' é um dos compromissos do Blog "CIDADÃO FLUMINENSE". Nesta festa, encontramos vários jogadores de futebol do Fluminense da década de 1950. Numa lista dos cinco jogadores que mais atuaram com a camisa do Fluminense Football Club, três estavam presentes nesta festa: Pinheiro, Altair e Escurinho.               



                Adalberto, Eduardo Coelho e Pinheiro


Em determinado momento o ex-goleiro de Adalberto confessou-me o seu forte sentimento em relação ao Fluminense. Adalberto que posteriormente a carreira de jogador de futebol tornou-se Advogado e Professor de Educação Física, chegou a dizer que é muito grato ao Fluminense por tudo que conquistou na vida. Adalberto disse que tudo o que: "O Fluminense teve um papel muito importante por tudo o que ele é e conquistou na vida". Sem contar que o nosso ex-goleiro Adalberto é uma simpatia e figura super educada.


                      Eduardo Coelho e Escurinho


Entretanto, em matéria de simpatia, Escurinho é imbatível. Com seu sorriso indiscutível, uma de suas marcas registradas, não existe que não fique alegre em estar ao seu lado. Fiz questão de absoluta de registrar este momento ao seu lado.



                     Emilson e Eduardo Coelho



                   Escurinho e Jair Sant'Anna




     A medalha comemorativa de "Escurinho 80 anos", oferecida aos convidados


A idéia de oferecer aos convidados uma medalha em alusão a data, como lembrança da festa, foi algo sensacional feito pela família de Escurinho. A filha de Escurinho, srª Rosa Jurema, me disse que a idéia era fazer uma festa em que todos se orgulhassem de ter comparecido. E que ficasse na memória de todos por muitos anos. Com toda certeza, os familiares de Escurinho acertaram em cheio. O Fluminense sempre me emociona e me leva as lágrimas. Mas, nesta festa foi diferente! Foi muita emoção! Talvez ainda não tenha dado tempo para cair a ficha. Estes senhores, que mais pareciam meninos brincando, nos deram (e nos dão) grandes lições de vida. A sólida amizade que trazem no peito em relação aos companheiros de equipe de cerca de 50 anos atrás e o forte sentimento pelo Fluminense, só pode nos encher de "ORGULHO DE SER TRICOLOR".

Saudações Tricolores

domingo, 18 de julho de 2010

Adesão do Esporte Olímpico ao Peter cria tumulto na oposição e na situação

Na última segunda-feira, dia 12/07, foi realizado um jantar entre o candidato Peter Siemsen e o grupo do Esporte Olímpico do Fluminense. O jantar foi realizado no Salão Social do Fluminense e contou com a presença do ex-Vice-presidente de Esportes Olímpicos, Ricardo Martins e o atual Vice-presidente, Sandro Lima, e vários diretores do setor. O jantar determinou o apoio do grupo do Esporte Olímpico do Fluminense ao candidato Peter Siemsen.

A adesão de Ricardo Martins e Sandro Lima ao candidato Peter Siemsen criam um tumulto na oposição e na situação. A pergunta que se faz agora é: “O PRESIDENTE HORCADES AGORA TEM DOIS CANDIDATOS???” E uma outra pergunta é: "E COMO FICA O CANDIDATO JULIO BUENO SEM ESTE APOIO???"

Estas perguntas são pertinentes, observando-se que, outro vice-presidente da gestão Horcades, já declarou publicamente apoio ao candidato Peter Siemsen. É o Vice-presidente Social, Roberto Ferreira Guimarães que já declarou apoio ao candidato Peter Siemsen.

Estes apoios (Esporte Olímpico e Social) que o candidato Peter Siemsen acabou de receber, dificultam o diálogo com o grupo político “DEMOCRACIA TRICOLOR”. E agora, estas novidades no 'front', reabrem o diálogo do grupo “DEMOCRACIA TRICOLOR” com o candidato Julio Bueno, que estava totalmente fechado.

A “DEMOCRACIA TRICOLOR” continua buscando um candidato de oposição ao presidente Horcades, por achar que tanto com Julio Bueno e Peter Siemsen, existem obstáculos intransponíveis.

É provável que o ex-presidente e Grande Benemérito Atleta, Dr° Sylvio Kelly dos Santos se afaste da campanha de Peter Siemsen, em função deste entendimento com setores da situação.

O presidente Horcades está por chamar ao seu gabinete para uma conversa, tanto o Vice-presidente Social, Roberto Ferreira Guimarães, quanto o Vice-presidente de Esportes Olímpicos, Sandro Lima. Uma pergunta muito feita hoje no Fluminense é: "Será que os dois Vice-presidentes entregarão o cargo???"

Ficam algumas questões interessantes: O presidente Horcades irá proteger as duas candidaturas (Julio e Peter) que estão cortejando-o??? Vai manter as duas??? Apóia uma??? Ou outra???

A pesquisa feita pelo telefone (para o candidato Julio Bueno) deu uma rejeição altíssima do presidente Horcades. E isto está apavorando o seu candidato!

Mas, agora com esse verdadeiro “samba do tricolor doido”, quem é o verdadeiro candidato do presidente Horcades??? Continua sendo o Julio Bueno o candidato do presidente Horcades??? É o Peter agora o candidato do presidente Horcades??? Ou o presidente Horcades vai querer apoiar os dois, fazendo com que cada um pense que é o candidato do presidente???

A verdade é que ninguém quer assumir ser o candidato de um presidente impopular e com uma rejeição altíssima. Mas também ninguém fica triste com o peso de uma “canetinha” ao seu favor.

Mas, outro fato importante que vale destacar, é que Peter Siemsen levou ao jantar com Ricardo Martins e o grupo do Esporte Olímpico, apenas o ‘camarada companheiro’ Rogério Félix, desprestigiando sua ‘Coordenação Política’. Por que não levou sua ‘Coordenação’??? Onde estavam os brilhantes integrantes da “TRICOLOR DE CORAÇÃO”??? E os  aguerridos e indispensáveis membros do “IDEAL TRICOLOR”??? Não são mais aliados??? Ou se tornaram coadjuvantes??? Figurantes??? Não, não pode ser!!! Será que estes ‘aliados’ estão de regime, dieta e por isso dispensaram o ‘jantarzinho’??? Ou será que o Ricardo Martins não quis mais garfos na mesa??? Este prato que foi servido ao jantar - realmente - parece que era para poucos.


Saudações Tricolores

Felipe e Gustavo: dois amigos adoráveis

Infelizmente, no último jogo do Fluminense, contra o Grêmio Prudente, dois amigos nossos sofreram um acidente com fogos de artifício. Um é o Felipe UFO e o outro é o Gustavo Ribeiro. Fiquei muito triste e preocupado com o ocorrido, mas logo chegaram às primeiras notícias de que estavam hospitalizados e não corriam perigos de saúde. E como muitos outros tricolores de coração, externo minha solidariedade aos dois amigos

Os dois são grandes entusiastas e integrantes do Movimento Popular Legião Tricolor. Tive o grande prazer de conhecê-los em uma reunião da Legião. E com o tempo, no Maracanã e dentro do Fluminense, a amizade e o respeito mútuo cresceram. Tenho um enorme carinho pelos dois.

O Gustavo é um daqueles caras que todos nós queremos ter por perto. Desfrutar de sua companhia é algo sempre muito agradável. Já tive o imenso prazer de poder encarnar o lema do movimento ao seu lado – ir para o estádio e cantar os 90 minutos – exaltando o nosso grande amor pelo Fluminense.

O Felipe UFO é outro cara encantador. Descobri no Felipe um grande aliado na defesa e preservação do nosso histórico “ESTÁDIO DAS LARANJEIRAS”. Fiquei muito feliz, nas primeiras vezes em que conversávamos, em saber que o Felipe também era um grande apaixonado por nosso estádio. Nossos encontros no FLU ou no Maraca, sempre foram marcados por muita alegria.

Apesar de hospitalizados, espero que o Felipe e o Gustavo tenham a oportunidade de ler este pequeno texto. Ao lerem, gostaria que – apesar das queimaduras – que os dois sintam-se fraternalmente abraçados. E que possam se recuperar tranquilamente, no tempo adequado. No mais, fica o sinal de muito respeito e admiração. Felipe e Gustavo são dois amigos adoráveis.

Com Carinho,

EDUARDO COELHO

O FLU e a revolução de Muricy Ramalho nas Laranjeiras

Um pouco antes da paralisação do campeonato brasileiro por causa da Copa do Mundo, dois textos de dois grandes jornalistas, faziam observações interessantes e importantes sobre o time do Fluminense treinado por Muricy Ramalho. Os jornalistas são, Décio Lopes e Renato Maurício Prado, ambos do Canal SporTV. Vamos relembrar aqui no Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” os dois artigos.

O primeiro artigo, de Décio Lopes, foi publicado em seu Blog “EXPRESSO DA BOLA”, que é ligado ao Site Globoesporte.com, no dia 01/06/10. O segundo artigo foi publicado na coluna diária de Renato Maurício Prado, no jornal O GLOBO, no dia 07/06/10. Os dois jornalistas são muito bem informados e sabem muito bem sobre algumas coisas que acontecem nas Laranjeiras.


Eis o artigo de Décio Lopes na íntegra:

A REVOLUÇÃO DE MURICY NAS LARANJEIRAS

O Fluminense de Muricy – sempre ele! – vai se tornando uma das atrações deste início de Campeonato Brasileiro. Três vitórias nos últimos quatro jogos. E poderia até estar melhor, já que na partida contra o Corinthians no Pacaembu, um empate parecia o resultado mais justo.

Claro que ainda tem muita água pra rolar por baixo da ponte, claro que a parada pra a Copa do Mundo recolocará as coisas, mas estes pontos conquistados agora podem ser significativos e, principalmente, essa confiança conquistada agora pode ser decisiva no resto da temporada

E qual tem sido o segredo até agora? Deixar o Muricy trabalhar. Ponto.

Ele tem tirado o máximo dos jogadores, tem organizado o time em campo, conseguiu com algumas contratações simples e baratas preencher velhos ”vazios” da equipe, ele comanda a árdua batalha para resolver o maior problema recente do Flu, em campo: ser um time de uma jogada só.

O mais importante neste momento, no entanto, é que os bons resultados não tragam acomodação à diretoria e ao patrocinador. Acreditar que as soluções já estão dadas e que agora basta deixar o barco correr pode ser um erro grave. É preciso deixar o Muricy continuar trabalhando. É preciso evoluir e querer muito mais.

O Flu precisa de um elenco maior, precisa de novas contratações – atendendo às necessidades da equipe e não do marketing, precisa de um CT decente, de um departamento médico e fiosoterápico moderno, precisa que as suas divisões de base sejam desfrutadas pelo clube e não por empresários, precisa evoluir em estrutura e planejamento, precisa arrecadar mais e gastar melhor, precisa de paz - sem declarações patéticas e fanfarronas da cartolagem… Precisa, enfim, entender que este momento é apenas o começo do começo de algo que pode ser realmente grande. Este é apenas o embrião do que realmente pode ser a revolução de Muricy Ramalho nas Laranjeiras.


Eis o artigo de Renato Maurício Prado na íntegra:

O FLU DE MURICY

Não vi a vitória do Fluminense sobre o Avaí, mas é evidente que o trabalho de Muricy Ramalho começa a dar bons frutos. Se a diretoria e o patrocinador, leia-se Roberto Horcades e Celso Barros, não atrapalharem, o tricolor será forte candidato ao título brasileiro deste ano. Deco, que já está contratado, pode dar o toque de classe final ao time. O meio-campo com ele e Conca promete.

Saudações Tricolores



sexta-feira, 16 de julho de 2010

Cabo Frio 89 x 78 FLU

Apesar do Site Oficial do Fluminense não ter noticiado nada, a equipe de basquete masculino do Fluminense jogou na última quarta-feira, dia 14/07. Jogou e perdeu.

A partida contra o Cabo Frio foi realizada no ginásio do Tijuca Tênis Clube. E o Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” esteve lá prestigiando a equipe tricolor. Poucos tricolores compareceram ao ginásio. Mas estavam presentes duas bandeiras da torcida “GARRA TRICOLOR”.

O Cabo Frio venceu por 89 a 78 o Fluminense. E nós tricolores não podemos nem reclamar muito, pois em alguns momentos da partida o Cabo Frio chegou a colocar quase 30 pontos de diferença e perdendo muitos arremessos. No final da partida, o Fluminense melhorou a sua marcação e diminuiu a diferença.

A exibição do time do Fluminense foi ruim. O time tricolor perdeu para um time de garotos da Marinha que estão jogando pelo Cabo Frio. É a segunda derrota do Fluminense para o Cabo Frio neste ano. A primeira ocorreu nas Laranjeiras.

O time do Fluminense esteve sem defesa, sem esquema tático. Falhando muito na defesa, o Flu só acordou no segundo tempo. Pela exibição do time tricolor, percebe-se que este time não tem bagagem técnica para ser bem sucedido no campeonato carioca.


Saudações Tricolores

LAVAGEM DE DINHEIRO

Nos últimos anos um assunto tem sido cada vez mais discutido no futebol brasileiro: “LAVAGEM DE DINHEIRO”. E muito deste debate – ainda evitado por muitos – ocorre por causa do clube inglês Chelsea.

O Chelsea Football Club, time fundado em 1905, conta com o russo Roman Abramovitch, responsável por gastar enormes quantias de dinheiro em contratações para o clube. A base de torcedores do Chelsea vem das classes trabalhadoras no oeste de Londres. Durante os anos de 1970 e 1980, os torcedores do Chelsea foram amplamente associados como vândalos. Os torcedores do Chelsea foram acusados de terem ligações com grupos neonazistas e algumas organizações de extrema-direita ou racistas.

Ken Bates, que comprou o Chelsea na década de 1980, vendeu o clube para Abramovich em 2003, tornando, assim o time londrino em uma potência no cenário europeu. Antes do dinheiro russo, o clube havia vencido a Premier League apenas uma vez, na temporada 1954-1955. Entre as décadas de 1970 e 1980, os Blues, como são chamados, foram rebaixados três vezes, o que atualmente, seria considerado algo absurdo, tamanho o investimento que é realizado.

A temporada 2004-2005 foi um marco na história do Chelsea, que, além do título do Campeonato Inglês, obteve alguns recordes respeitáveis. Foram apenas 15 gols sofridos em 38 partidas, e 25 jogos sem levar gols. Após o ano de 2004, o Chelsea conquistaria o Campeonato Inglês de 2005-06 e 2009-10. E a Copa da Inglaterra de 2006-07, 2008-09 e 2009-10.

O Chelsea é um dos times que possui maior saúde financeira. Roman Abramovich, “o dono do Chelsea”, está em 15° na lista dos homens mais ricos do mundo divulgada pela Revista Forbes. É dono de um iate de 120 metros e do maior avião particular do planeta, um Boing 767 batizado de “The Bandit” (“O Bandido”). Dentre as empresas das quais é dono, existe uma gigante petrolífera russa.

Roman Abramovich sofre acusações de sonegação de impostos na Rússia, como tráfico de diamantes em Angola e outras dezenas de crimes fiscais. Segundo Tomaz Rodrigo Alves, colunista e especialista em futebol inglês, “de fato, todos falam de uma suposta lavagem de dinheiro, até no Chelsea, mas que esse não é o objetivo, pelo menos o principal, de Abramovich”. Para ele, Abramovich tirou comprou os Blues por dois motivos essenciais: “tirar o dinheiro dele da Rússia, para não correr o risco de perdera fortuna caso o clima político do país mude, e ficar famoso em toda a Europa”. A segunda coisa ele já conseguiu.

A lavagem de dinheiro é um assunto que existe, principalmente, pela maneira como o Roman Abramovich age quando o assunto é transferência de jogadores. O Chelsea está ficando famoso por comprar atletas a peso de ouro e, mais tarde, vender por valores pífios comparados aos anteriores. Quando Roman Abramovich chegou a Londres, ainda se mantinha uma política de gastos mais moderados. Não se contratava estrelas do futebol mundial, que tinham um marketing muito forte, no entanto, isso não durou muito.

Os Blues fizeram contratações que não deram muito certo e, com isso, perdeu muito dinheiro. Diante da política financeira adotada, o Chelsea sempre vai precisar de uma quantia considerável para contratar qualquer jogador, e com o grande perigo de revender a um preço mais baixo. Apesar dessa situação que vive o time inglês, os valores envolvidos não tiram a tranquilidade de Roman Abramovich, e que “até as transferências mais caras são trocado comparado com a fortuna total de Abramovich”.

Em 2004, um ano depois da compra do clube, o time londrino, como empresa, teve um prejuízo de 130 milhões de euros, o maior déficit da história de um time de futebol. E mais do que os valores gastos com contratações, o que é insustentável no Chelsea são os absurdos salários pagos ao elenco. O português José Mourinho, ex-técnico do Chelsea, possuía um salário anual de, aproximadamente, 7,5 milhões de euros. Com tanto dinheiro gasto, pode ser normal para um torcedor mais pessimista pensar que, a qualquer momento, os recursos diminuam drasticamente, por causa de uma possível saída de Abramovich.

Com tanto dinheiro gasto, o Chelsea, pelo menos nos próximos anos, pela situação financeira, mesmo que não continue surpreendendo dentro de campo, provavelmente continuará causando espantos pelas quantias envolvidas em sua folha de pagamento. Com tanto dinheiro gasto dá mesmo pra desconfiar.


Saudações Tricolores